fbpx

Cuidando com amor: ofurô para bebês

Complementando o post sobre Shantala (não leu ainda? clique aqui para saber sobre), hoje vou falar sobre o ofurô para bebês ou banho de balde, que pode ser feito logo depois da Shantala (massagem infantil).

A prática desse tipo de banho começou no final dos anos 90, nas maternidades holandesas. Os obstetras de lá estavam interessados em gerar uma transição mais serena entre a vida intrauterina e a nova realidade dos bebês e fez tanto sucesso que se espalhou pelo mundo.

O grande mérito dessa técnica ocorre porque como o balde é um recipiente pequeno, o recém-nascido fica numa posição muito próxima à que ficava no útero da mãe (com os braços e pernas encolhidos e submersos na água). Além disso, a água quente (entre 36-38 °C) é relaxante, analgésica e sedativa (isso explica porque esse tipo de banho diminui a agitação, cólicas e insônia dos bebês).

Entre os principais cuidados com esse tipo de banho estão: colocar o bebê limpo na água, manter a água em torno de 37°C, ficar atento para que a criança não coloque água na boca/rosto (ela deve ficar com água até os ombros, nunca flutuando; e se for necessário, você deve segurar a cabeça dela), não sair de perto do bebê (para não ter o risco de se afogar ou derrubar o balde).

Tenha sempre um termômetro de água (não confie apenas colocando a mão na água e “testando a temperatura” em você, pois a pele do bebê é bastante sensível) e uma garrafa térmica com água aquecida para manter a água na temperatura correta. Se for inverno, é interessante manter um aquecedor ligado, para que a água não esfrie muito rápido e nem o bebê fique em contato com o ar gelado.

Esse banho pode ser feito assim que o bebê sair da maternidade (nesses primeiros banhos é indicado enrolar o bebê numa toalha ou fraldinha para que ele se sinta mais seguro e mantenha a cabeça dele ereta, segurando a cabeça/queixo colocando a ponta dos dedos embaixo do queixo) e pode ser feito até, mais ou menos, os seis meses (se ele ainda couber no balde). Já existe no mercado ofurôs feitos para crianças maiores (até os 3-4 anos).

Algumas pessoas preferem substituir a banheira completamente pelo banho de balde (nesse caso, quando o bebê é recém-nascido o ideal é que haja duas pessoas: uma para segurar a cabeça do bebê e outra para passar o sabonete). Assim que a criança for maior (e não precisar ter esse cuidado de segurar a cabeça), um adulto só dá conta de dar banho nela.

Já outros preferem utilizá-la como um ofurô mesmo (para quem não sabe, o banho de ofurô tem origem no Japão. Lá as pessoas tem o costume de se limpar/ensaboar e retirar o sabonete numa ducha rápida antes de entrar na banheira, conhecida como ofurô, que estará aquecida e será um banho de imersão com a finalidade de relaxar – sem o uso de sabonete, shampoo, sais, etc).

Existe um balde próprio para esse fim que tem plástico atóxico, base mais arredondada e antiderrapante, sugerindo maior estabilidade e segurança durante o banho. Entretanto, você pode fazer com um balde comum (exclusivo para esse fim), desde que ele tenha alça reforçada, borda larga, sem emendas ou rebarbas (que possam machucar o bebê), com capacidade para 15 a 19 litros de água e de preferência que seja transparente, para que você possa visualizar bem o bebê.

O tempo de banho quem dita, geralmente, é a própria criança. Mas o ideal seria entre 10 a 15 minutos de imersão.

Podemos deixar o banho mais turbinado utilizando plantas medicinais. Elas podem ser usadas na forma de chá para acalmar o bebê e diminuir problemas de pele (como os eczemas e dermatites).

O recomendado é fazer um chá por infusão dessa forma: pegue uma xícara e coloque a planta (1 colher de sopa de planta seca ou 2 colheres de sopa de planta in natura). Coloque 250 ml de água para ferver e desligue antes que forme a fervura (quando começam a surgir as bolhinhas). Despeje a água na xícara reservada e abafe (utilizando o pires) por 10 minutos. Coe e pode usar o chá (despeje o conteúdo no balde, junto com a água na temperatura adequada para o banho).

Plantas mais utilizadas nos banhos para bebês:

* Alfazema: Calmante do sistema nervoso;
* Calêndula: Ajuda a diminuir eczemas e problemas de pele;
* Camomila: Calmante do sistema nervoso e também diminui problemas de pele;
* Rosa branca: Acalma a pele.

Se você quiser aprender, clique aqui para ver vídeo com  o passo a passo.

Post: Lucy Stein

Renata Hermes
Naturologa
Deixe seu e-mail aqui e receba conteúdo sobre saúde, qualidade de pensamentos e equilíbrio emocional
Especial dia dos namorados

Todo mundo quer uma resposta simples, um manual de como fazer ou algum milagre quando o assunto é relacionamento amoroso. E eu queria poder te dar tudo isso, mas como você já deve imaginar, não é assim que as coisas funcionam. Por quê? Porque pessoas são diferentes. Para o dia...